• A Força da Energia Feminina

    A mulher historicamente foi considerada o sexo frágil e portanto inferior, não apta a ocupar cargos de destaque. Destinada a apenas obedecer e não lhe sendo permitido opinar, deixando as decisões apenas para o homem.

    O homem e a mulher foram criados fisicamente diferentes para desempenharem papéis complementares, mas isso não faz com que um seja superior ao outro. A aparente fragilidade da mulher a faz exercer uma das funções mais importantes e fundamentais existentes, o da maternidade. Esta “fragilidade” vem acompanhada de ternura, acolhimento, amorosidade, essencial para desempenhar esta função.

    Durante milênios a energia do masculino preponderou e o que aconteceu durante este longo período?

    A energia do masculino ou Yang sem o contraponto da leveza, doçura e amorosidade do feminino ou Yin, levou a Humanidade à guerras, conflitos e atrocidades e derramando sangue de milhões de inocentes, hoje vistos mais de perto com o advento da internet. E assim, deixaram o maior ensinamento do Cristo de lado: “Amarás teu próximo como a ti mesmo!”.

    O Pai e Criador de tudo que existe jamais aprovaria tal conduta, pois que Ele é suprema Bondade e Amor.

    “Ele não exclui, Ele chama a todos!

    Ele não rebaixa, Ele exalta a todos!

    Ele não condena, Ele ama a todos!

    Ele não tira a vida, Ele dá a vida eterna a todos os seus filhos!”

    Estas são características nobres e peculiares à energia feminina.

    A mãe gesta, trás à vida, amamenta, cuida, ama incondicionalmente, assim como o Criador o faz.

    Os Vedas, que são as escrituras indianas mais antigas do mundo, dizem que: “A energia feminina é que impulsiona e sustenta o movimento da força suprema do Universo.”

    Somos todos dualidade, luz e sombra, divino e profano, razão e emoção, yin e yang. Não estou aqui menosprezando o poder do masculino, mas sim enaltecendo o feminino que a muito foi ignorado.

    Todos os seres tem sua porção feminina e masculina. O homem pode sim manifestar tais características nobres, visto que ele possui a sua porção yin, basta que ele se conecte com sua porção divina e permita que Ela o guie, bem como a mulher, visto que o Ser espiritual não tem gênero.

    O mundo está passando por uma mudança grandiosa e profunda da Consciência e assim ele está precisando mais do que nunca da força, da coragem, da criatividade, da intuição e do amor da energia feminina.

    Procure entrar em contato com sua Sabedoria Divina e deixe que ela se manifeste de forma criativa e amorosa, revolucionando o seu mundo interior e também a realidade ao seu redor.

    Enquanto existir dentro dos nossos corações raiva, mágoas, rancores, ressentimentos, não conheceremos a paz, a saúde e a felicidade que tanto almejamos.

    Deixemos o nosso feminino se manifestar em nossas vidas!

    Myrella Brasil

    Publicado no dia 14 de março de 2013, no Diário da Manhã

Deixe uma resposta