• Qual a função da família?

    Parece uma pergunta boba, mas a verdade é que as pessoas perderam o significado deste núcleo tão importante que é a célula máter da humanidade, a família.

    Na atualidade, as famílias mudaram muito o seu formato, muitas não são mais papai, mamãe e filhos, mas sim uma infinidade de variações. Isso não importa! O essencial é que nesse núcleo familiar haja respeito, carinho, cuidado e muito amor.

    Mas ao contrário disto vemos muita violência, desrespeito, desamor e total falta de caridade com aqueles que deveriam ser os primeiros a serem auxiliados e amados por nós.

    Um reflexo disto é o aumento exponencial da violência, de casos de depressão, divórcios, dependência química, transtornos mentais e suicídios.

    Então eu chamo a todos para uma reflexão profunda: Você esta fazendo tudo que poderia para auxiliar sua família? Existe algo que poderia fazer e ainda não fez? Porque ainda não começou? Você acha que não pode ajudar? Você já se colocou no lugar desta ou destas pessoas? O que esta esperando?

    Quando não conseguimos ajudar sozinho devemos pedir ajuda, mas nunca omitir socorro, você será cobrado não só pelo mal que fez, mas por todo o bem que deixou de praticar, principalmente com a sua família. Pois cada uma das pessoas que foi colocada pelo Criador ao seu lado em sua família direta ou indiretamente, são importantes para seu crescimento espiritual. Não as ignore! Se tens dificuldade de relacionamento com alguém esta é justamente a pessoa que mais tens que exercitar o amor e o perdão.

    Não deixe que o sofrimento lhe bata a porta de forma irreversível, para que a dor do arrependimento, do remorso e da culpa, lhe abram feridas n’alma as quais demorarão uma eternidade para serem curadas!

    Nesta Páscoa em que comemoramos a ressurreição do Cristo em nós, deixemos o Seu Amor manifestar em nossos corações, por meio da compreensão, da caridade, da tolerância, do respeito, da compaixão que são belíssimas formas de exercitar este Amor por Ele exemplificado.

    Myrella Brasil

    Publicado no dia 30 de março de 2013, no Diário da Manhã

Deixe uma resposta